Pinguinário da Sabina Escola Parque tem oito ovos

Escola + Parque + Conhecimento

“Novos moradores” devem nascer no final de dezembro; recinto abriga atualmente 23 pingüins de Magalhães


Santo André, 10 de novembro de 2015 – Oito ovinhos de pingüim já estão mudando a rotina dos moradores do pinguinário de Santo André, localizado na Sabina Escola Parque do Conhecimento. São futuros bebês de três casais de pingüins que botaram ovos nesta temporada reprodutiva, iniciada no final de outubro. Os pais e as mães se revezam nos cuidados com os ovos, que devem se romper no final de dezembro.

 

A chegada dos ovos é comemorada pela equipe de biólogos e veterinários do Pinguinário, administrado em parceria com o Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha, pois representa o início do período reprodutivo na Sabina. Isso significa que outros ovos ainda devem ser chocados no espaço. O Pinguinário possui atualmente 23 pinguins de Magalhães, sendo que três deles nasceram dentro da Sabina. A maioria dos pingüins foram encontrados debilitados no litoral do Brasil e, após serem resgatados e receberem tratamento, foram trazidos para o recinto da Sabina Escola Parque, já que não tinham condições de retornar à natureza.

A convivência em um ambiente que reproduz o cenário da terra natal, a Patagônia, e as boas condições de saúde, possibilitaram a formação de casais, já que os pingüins são monogâmicos, e estão na idade reprodutiva. “Atualmente existem oito casais formados na Sabina e por isso acreditamos que haverá mais dois ovos em breve”, disse a bióloga Catherine Bartalin.

Os ovos deste ano estão em ninhos de feno feitos pelos próprios pingüins em vários cantinhos do recinto. O feno é espalhado pelos biólogos, tratadores e veterinários nessa época do ano para incentivar os animais a agirem como na natureza.

Os ovos são chocados por um período de 38 a 42 dias. Durante esse tempo, macho e fêmea se revezam na tarefa de chocar o ovo e, depois que ele nasce, também repartem as responsabilidades com os cuidados com o filhote, ficando sempre próximos aos bebês para mantê-los aquecidos.

Para saber o sexo é preciso fazer exame de sangue, o que acontecerá quando os filhotes estiverem maiores, com aproximadamente dois meses de vida. As aves vivem em média 30 anos, quando em cativeiro. Os moradores da Sabina, no entanto, ainda são jovens, têm cerca de 7 anos, por isso a maioria já esta em idade fértil.

PINGUINÁRIO –O espaço reproduz a paisagem da Patagônia, local de origem dos animais, em uma área de 140 metros quadrados e com tanque que comporta 110 mil litros de água.

Os Pinguins de Magalhães (Spheniscus magellanicus) são aves marinhas com o corpo adaptado para viverem na água. Não voam e têm suas asas modificadas em nadadeiras. São animais com aproximadamente 70 centímetros de altura e pesam cerca de 5 quilos. Esta espécie vive em uma zona de clima temperado, podendo sofrer variações na temperatura do ambiente de 7 a 35°C. Pode ser encontrada na Patagônia, seja da Argentina e ou Chile, formando grandes colônias, chamadas de pinguineiras.

É uma espécie que possui dois períodos de vida distintos. Na época reprodutiva, nos meses de setembro a março, em que se formam casais monogâmicos, a fêmea coloca dois ovos em ninhos construídos em tocas ou aos pés das árvores. No período não reprodutivo, eles saem em busca de alimento se aventurando por distâncias mais longas, podendo chegar ao nosso litoral sudeste, buscando peixes, lulas e pequenos crustáceos.

Normalmente, vivem em grupos de 20 ou mais. É nesta ocasião que eles são encontrados, muitas vezes fracos, debilitados e necessitando de cuidados. Esses animais são encaminhados a Centros de Reabilitação de Animais Marinhos e, após estabilizados, são levados para instituições que possam utilizá-los como forma de Educação Ambiental e pesquisa para melhor conhecimento da espécie como a Sabina Escola Parque do Conhecimento. 

Serviço:
Sabina Escola Parque do Conhecimento 
Endereço: Rua Juquiá, s/nº, Vila Eldízia (entrada na altura do nº 135)
Horário: sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h
Ingressos: grátis para alunos e professores das escolas municipais de Santo André, para crianças menores de 5 anos e pessoas com deficiência. Demais visitantes: R$ 20, com meia-entrada para estudantes, professores, servidores públicos andreenses, aposentados e idosos acima de 65 anos. Interessados em assistir a uma das sessões do Planetário e Teatro Digital de Santo André - Johannes Kepler pagam R$ 30, a inteira, com direito a passeio por toda a Sabina.
Estacionamento: gratuito, sujeito a vagas
Mais informações pelo telefone 4422-2000.

Sobre a Secretaria de Educação

O ponto central da Pasta é o direito do cidadão à educação infantil e ao ensino fundamental de qualidade, bem como a alfabetização, a elevação de escolaridade e a formação profissional de jovens e adultos. Para isso, a rede municipal de ensino é composta por 32 creches, 51 Emeiefs (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental), cinco CPFPs (Centros Públicos de Formação Profissional) e 11 CESAs (Centros Educacionais de Santo André).

Nas creches, são atendidas atualmente 5.865 crianças de três meses a 3 anos de idade e 1.236 com idades entre 4 e 5 anos. Já nas emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) são atendidas neste ano aproximadamente 18 mil crianças de 6 a 10 anos e 8 mil com idade entre 3 e 5 anos.

Nas salas de Educação de Jovens e Adultos, a EJA, estão matriculadas 2,8 mil pessoa e na EJA-FIC (Educação de Jovens e Adultos – Formação Integral Continuada), que oferece formação profissional com elevação de escolaridades, são atendidas 353 pessoas. Na Formação Integral Continuada (FIC), que oferece apenas formação profissional sem elevação de escolaridade, são atendidas aproximadamente 540 pessoas.

A respeito de Santo André

O município foi fundado oficialmente em 8 de abril de 1553, com a criação da Vila de Santo André da Borda do Campo. Com área de 174,38 km², está localizado no Grande ABC (Região Metropolitana de São Paulo), distante 18 km da Capital. A cidade é estratégica para o setor logístico, pois está inserida no principal polo econômico brasileiro, próxima a algumas das principais rodovias estaduais e federais, as quais dão acesso ao Porto de Santos e aos aeroportos de Cumbica e de Congonhas. 

Conforme último censo, divulgado em 2011, Santo André possui 678.486 habitantes. No mesmo ano, o PIB (Produto Interno Bruto) foi de R$ 17,6 bilhões, sendo o 12º maior entre as cidades do Estado de São Paulo. O orçamento municipal de 2014 é de R$ 3,2 bilhões.


Mais informações para a imprensa
Paola Zanei – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Redes Sociais